OUTROS DESTAQUES
Política pública
Levar Internet a todo o Brasil custará R$ 125 bilhões, estima Paulo Bernardo
quinta-feira, 11 de Abril de 2013 , 18h53 | POR REDAÇÃO

Serão necessários R$ 125 bilhões de investimento nos próximos dez anos para levar a conexão à Internet a todo o País. A estimativa foi apresentada pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, à presidente Dilma Rousseff. Bernardo ressaltou que a infraestrutura é o ponto central para universalizar a tecnologia.

Do total de recursos, R$ 27 bilhões deverão ser destinados à expansão de rede de fibra ótica de longa distância (o chamado backbone). Além disso, R$ 100 bilhões precisarão ser aplicados em redes que levam a Internet para dentro das cidades e até as residências (backhaul e rede de acesso). De acordo com Bernardo, estes investimentos serão usados na ampliação das redes de fibra e também em tecnologias que possibilitam a conexão à Internet como satélite e rádio.

Conforme cálculos do Minicom, existem 3,2 mil municípios com rede de fibra ótica, pública ou privada. "Isso significa que nós precisamos levar a rede para mais 2 mil municípios. Em alguns, nós avaliamos que não é viável, como na região Amazônica e em pequenas comunidades. Nesses lugares, o provimento será por rádio ou satélite", afirmou o ministro.

Os recursos virão tanto da iniciativa pública quanto da privada, a exemplo do leilão da faixa de 700 MHz para oferecer conexão banda larga de quarta geração (4G/LTE), prevista para o próximo ano. Assim, o objetivo é exigir a construção de redes de telecomunicações como contrapartida das empresas vencedoras do leilão.

Não existe possibilidade de concretizar a meta da universalização da banda larga antes de 2023. "Dez anos é um prazo que estamos estipulando. Mas é preciso dinheiro, equipamento e mão-de-obra. Pensar em fazer isso tudo em menos tempo pode ser mal sucedido".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top