OUTROS DESTAQUES
Internet
Sundaytv investe em produção original
segunda-feira, 11 de junho de 2012 , 17h56 | POR ANA CAROLINA BARBOSA

O Sundaytv, serviço de video on-demand do Terra, estreou na última terça-feira, 5, sua primeira produção original, a websérie “Desconectados”, que o usuário pode ver gratuitamente. A série de dez episódios de dez minutos foi produzida pela gaúcha Cubo Filmes e conta a história de um grupo de estudantes de artes plásticas de vinte e poucos anos em busca da identidade artística e pessoal.

A iniciativa faz parte da estratégia do Sundaytv de oferecer produtos inéditos, além de produções nacionais e independentes que são vistas apenas em mostras ou festivais. “O formato de conteúdo ainda é um formato muito offline. O nosso objetivo ao trazer este tipo de conteúdo é fazer com que as pessoas comecem a entrar no serviço  e saibam que podem consumir outros tipos de conteúdo. Queremos aos poucos mudar o conceito de que só há produção americana”, explica Pedro Rolla, diretor de produtos de mídia do Terra.

Outros conteúdos originais devem ser oferecidos gratuitamente. Para julho, está prevista a estreia de uma nova websérie, “Bipolar”. Também no mês que vem, o Sundaytv deve estrear o novo longa-metragem de Carlos Gerbasi, “Menos que Nada”, ao mesmo tempo que o cinema e de forma gratuita.  O executivo explica que os modelos de negócio são bastante flexíveis. No caso do longa, o Terra entrou no projeto desde um começo, com apoio e recursos. “Tudo depende muito da visão do produtor. A gente ainda vem de um mercado em que as pessoas primeiro pensam na TV e se não dá certo tentam levar para a web. Talvez em alguns anos teremos mais gente produzindo para Internet e celular do que para a TV. Os orçamentos serão adaptados, também”, observa Rolla.

Produção

A concepção da websérie “Desconectados” é da produtora Cubo Filmes, de Claudio Fagundes. Ele conta que a série já havia sido desenvolvida e filmada pela produtora quando a equipe do Terra conheceu o projeto, inclusive com material extra sobre os personagens porque a produtora queria testar a linguagem de conteúdo para a web. Além de atuar na produtora, Fagundes é professor da Unisinos, onde ministra a matéria novas mídias e estuda a linguagem da web. Cada episódio teve orçamento de R$ 15 a R$ 20 mil, financiados com editais regionais e recursos da própria produtora.

Além da estreia no Brasil, a websérie “Desconectados” poderá ser vista a partir de agosto nos países da América Latina onde o Terra atua.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top