OUTROS DESTAQUES
Infraestrutura
Telebras investirá R$ 62,5 milhões para acelerar PNBL no Norte e Centro-Oeste
quarta-feira, 14 de dezembro de 2011 , 19h04 | POR REDAÇÃO

A Telebras investirá R$ 62,5 milhões na sua infraestrutura de rede a fim de estender os benefícios do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) a cerca de 3,6 milhões de domicílios em 214 municípios das regiões Norte e Centro-Oeste do País até 2014.

O anúncio foi realizado na tarde desta quarta-feira,14, pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e pelo presidente da Telebras, Caio Bonilha, durante audiência realizada em Brasília com parlamentares da Bancada da Região Norte no Congresso. O objetivo é beneficiar cerca de 14,6 milhões de pessoas com acesso à banda larga a preços populares. “Reconhecemos que ainda há um déficit muito grande e necessidade de medidas adicionais no Norte, no que diz respeito à telefonia e à Internet. E neste fim de ano estamos transferindo para a Telebras o que conseguimos poupar do orçamento. A finalidade principal é dar sequência à construção do anel óptico da Região Norte”, explicou o ministro Paulo Bernardo.

Para o presidente da Telebras, o Governo pretende antecipar as metas de atendimento às cidades da região: “Estamos, num primeiro momento, através da rede da Eletronorte e com o orçamento do Ministério das Comunicações, disponibilizando de imediato a cobertura de 51 municípios. Começaremos essa cobertura, a partir do início de 2012, abrangendo todas as capitais”.

Cronograma

Segundo a Telebras, em 2012 esse serviço estará disponível para provedores de Belém, Cuiabá, Porto Velho, Rio Branco, Manaus e Macapá. A previsão é atender no próximo ano 19 municípios do Pará, 13 do Mato Grosso, 12 de Rondônia, dois de Roraima, três do Amazonas e dois do Acre. Para 2013, a ideia é chegar a 24 municípios do Pará, 10 de Rondônia, um do Acre e outro do Tocantins. Em 2014, a rede da Telebras deverá chegar a outras 69 cidades do Pará, 27 de Rondônia, cinco do Acre, seis do Amapá, 15 do amazonas e cinco do Tocantins. A maioria deles localiza-se a cerca de 50 quilômetros dos pontos de presença (POPs) da Telebras.

De acordo com Bonilha, a iniciativa contempla a utilização de 2,8 mil quilômetros de fibras ópticas e a construção de 64 POPs neste trecho da rede Norte da Telebras. Os POPs serão constituídos de uma solução de abrigos padronizados de telecomunicações em contêiners ou gabinetes com os respectivos equipamentos de energia, climatização, segurança, entre outros, que serão implantados para suportar a rede óptica com os equipamentos DWDM, Rede IP e equipamentos de rádios.

Compartilhamento

Além da implantação da rede de fibras ópticas da Telebras, o projeto contempla o acordo de cessão de pares de fibras ópticas pela Eletronorte em suas redes de transmissão da Região Norte existentes e em construção, já firmado junto à Telebras. Também envolve a cessão de pares de fibras ópticas por concessionária do setor petrolífero por meio dos gasodutos em construção na região e, ainda, acordos para troca (swap) de pares de fibras ópticas com empresas concessionárias, em negociação.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top