OUTROS DESTAQUES
Mercado
Telefônica reitera investimentos e diz que denúncia da AET é "curiosa"
quinta-feira, 05 de novembro de 2009 , 19h51 | POR MARIANA MAZZA

O presidente da Telefônica, Antônio Carlos Valente, rebateu pela primeira vez nesta quinta-feira, 5, as suspeitas levantadas pela Associação dos Engenheiros de Telecomunicações (AET) de que a concessionária não teria investido os R$ 2 bilhões ao longo de 2008 conforme vem anunciando. "Nossos números são absolutamente transparentes e estamos muito tranquilos com relação a isso", afirmou Valente, que participou das comemorações pelos 12 anos da Anatel.
Nesta semana, a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) aprovou requerimento para a realização de uma audiência pública para que a Telefônica esclareça as denúncias sobre essa suspeita de inconsistências no balanço apontadas pela AET. A reunião, no entanto, ainda não tem data marcada para ocorrer.
Valente comentou que achou "curioso" o método usado pela AET para chegar a conclusão de que os investimentos não foram feitos. Segundo informações divulgadas pela associação, a equipe da AET teria entrado em contato com todos os fornecedores de equipamentos para as empresas brasileiras e nenhum deles teria confirmado encomendas da Telefônica. Na visão de Valente, o silêncio dos fornecedores pode ter ocorrido por conta da existência de sigilo nos contratos. "Desconhecemos qualquer documento que comprove essa denúncia. Nos surpreende é que as coisas tenhas sido feitas dessa forma. Não sei qual é a lógica de procurar os fornecedores. É um processo, no mínimo, curioso", afirmou o executivo. "Há um sigilo que envolve essas empresas", complementou.
Novos investimentos
Enquanto aguarda a oportunidade de esclarecer o assunto no Congresso Nacional, a Telefônica diz que continua trabalhando no reforço da rede após as sucessivas panes em seus serviços de voz e dados. Valente assegurou que o plano antipane – o qual prefere chamar de "plano de estabilização da rede" – está sendo implementado dentro do cronograma apresentado pela Anatel. Mas indicou que alguns pontos podem ser antecipados.
O executivo não quis dar detalhes sobre o andamento dos investimentos no plano alegando que a empresa deve fazer anúncios positivos sobre este tema na próxima semana. Disse apenas que o alvo da concessionária continua sendo o estabelecimento de uma rede mais robusta de dados e a criação de uma infraestrutura redundante para o serviço de emergência.
Este último ponto pode ser o alvo da antecipação a ser anunciada na próxima semana. O cronograma divulgado pela empresa dava conta que a conclusão dessa redundância só aconteceria em dezembro de 2010. No entanto, ao ser questionado se este prazo está mantido, Valente esquivou-se novamente citando os anúncios que serão feitos na próxima semana.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top