OUTROS DESTAQUES
Interatividade
Desenvolvedores criam produtos para casar TV e celular
quarta-feira, 21 de julho de 2004 , 18h43 | POR REDAÇÃO

As desenvolvedoras de aplicações para telefones móveis One World e nTime estão, aos poucos, conquistando espaço no Brasil no que se refere a aplicações que integram as transmissões de TV e o serviço celular.
Ambas lançaram soluções que integram mensagens de texto via telefone celular (SMS) com programas televisivos. Os produtos permitem que os usuários enviem SMS para programas, participando de enquetes e votações ou acessando outros aplicativos em tempo real.
O produto da One World está em funcionamento em dois programas de televisão, o Swing com Syang, na TV Gazeta, e o Happy Line, do Canal 21 e, por enquanto, está disponível apenas para usuários da Vivo.
O TV Chat, como é chamado produto da nTime, embora tenha sido lançado em março, durante o evento Tela Viva Móvel, ainda não funciona comercialmente. ?Fechamos contratos com todas as operadoras celulares, com exceção da TIM, com quem ainda estamos negociando. Mas ainda estamos para concluir os contratos com as emissoras de televisão?, diz o gerente de produtos da nTime, Eduardo Bernardes. Ele explica que é possível integrar a plataforma a programas já existentes, nos quais os usuários participariam dando opiniões ou participando de enquetes ao vivo, ou criar programas específicos com ?animadores de chat?. ?Imagine uma celebridade do momento, com um programa sendo guiado pelo que os participantes estão conversando no chat. Essa é a idéia?.
Ambas as plataformas enviam relatórios sobre o comportamento dos usuários, número de mensagens enviadas, região etc, e possuem filtros de mensagens para evitar conteúdos inadequados.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top