OUTROS DESTAQUES
Mercado de ações
Fundos podem perder participação na BrT
sexta-feira, 18 de junho de 2004 , 19h24 | POR REDAÇÃO

Não há recursos suficientes na empresa para pagar o financiamento que a Techold – companhia que detém 19% das ações da Solpart Participações, controladora da Brasil Telecom Participações com 53,59% das ações -, recebeu do BNDES à época da privatização. Como os dividendos distribuídos pela BrT não cobrem o valor da parcela a ser paga agora, a Invitel S.A., dona de 100% da Techold, resolveu fazer um aporte de capital do valor de R$ 186 milhões, mediante a emissão de ações ordinárias, e quem mais pode perder nisso tudo são os fundos estatais que têm participação na Invitel: Previ, Sistel, Petros, Telos e Funcef. Isso porque o Opportunity Zain, que representa 67,82% das ações da Invitel também lançará ações ordinárias para aumentar o seu capital social em R$ 186 milhões.
Caso os fundos não acompanhem o aumento de capital, poderão ver diluídas suas participações na companhia porque o Opportunity Zain estará preparado para arrebatar as sobras da emissão. Previ, Sistel, Petros, Telos e Funcef terão de colocar dinheiro em um investimento em que não têm liquidez e com duvidosas perspectivas de retorno satisfatório, segundo seus administradores. Os fundos ainda não decidiram o que fazer.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top