OUTROS DESTAQUES
Tecnologia
Anatel testará PLC e satélites na universalização
quarta-feira, 02 de junho de 2004 , 19h03 | POR LUIZ MOURA

Na mesma linha dos testes realizados recentemente com a tecnologia CDMA 450 MHz, a superintendência de universalização da Anatel está planejando conduzir testes com as tecnologias Powerline Communication (PLC) e transmissões via satélite como opções de universalização de serviços de voz e dados. De acordo com o superintendente de universalização da agência, Edmundo Matarazzo, os testes com o PLC deverão ser feitos em conjunto com a Companhia Elétrica de Goiás (Celg) a partir do próximo dia 28, por ocasião da realização em Goiânia do 5º Seminário de Powerline Communication, da Associação de Empresas Proprietárias de Infra-Estrutura e de Sistemas Privados de Telecomunicações (Aptel). Além da capital goiana, os testes serão feitos também em áreas no entorno de Brasília. A Anatel está ainda finalizando os acertos junto a parceiros fornecedores de tecnologia e equipamentos para o experimento, que deverão ser anunciados até o dia 11. Está nos planos ainda a realização de testes também junto às companhias elétricas de São Paulo (Eletropaulo), Paraná (Copel), Rio de Janeiro (Light) e Ceará (Coelce).
Com o PLC, Anatel pretende trabalhar em conjunto com o Ministério das Minas e Energia em seu programa "Luz para todos", unindo iniciativas de inclusão elétrica e de inclusão em telecomunicações.

Rally dos Sertões

Para testes com satélites, a agência vai levar seu ônibus experimental do SCD (o mesmo usado em abril para testar aplicações de dados e voz em CDMA), equipado com um link da Star One para acompanhar o Rally Internacional dos Sertões 2004, competição off road a acontecer entre 1º e 10 de julho em Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí e Ceará. O veículo funcionará como media center, oferecendo serviços de transmissão de dados e voz, durante toda a prova. Na volta, do Ceará a Goiás, o ônibus vai parar em diversas escolas e centros comunitários do interior dos cinco estados para testar os serviços junto às populações locais. ?Vamos analisar não só o funcionamento dos equipamentos, como também as características e as reações do público?, observa Matarazzo.
A Anatel também negocia com o Ministério da Saúde a possibilidade de incluir neste trajeto atendimento médico a população, com a participação dos mesmos médicos que atenderão os participantes do rally. A idéia é, por meio do sistema de telecomunicações do ônibus, fazer o cadastramento de pacientes ao Sistema Único de Saúde (SUS).
Nos meses seguintes, a Anatel pretende também testar a combinação entre o PLC, satélite e CDMA 450 MHz em soluções de universalização e para o SCD. O superintendente acredita que a união das tecnologias deverá render boas opções de cobertura das localidades a serem contempladas pela próximas metas de universalizações a serem cumpridas pelas incumbents. A partir de dezembro de 2005, as concessionárias deverão oferecer acessos individuais a cerca de 10 mil localidades com mais 300 habitantes e acessos coletivos a localidades com mais de 100 habitantes. De janeiro de 2006 em diante, terão de instalar postos de serviços em 7500 localidades.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top