OUTROS DESTAQUES
BNDES
Declarações de Lessa sobre Embratel desagradam governo
quarta-feira, 14 de Abril de 2004 , 19h36 | POR REDAÇÃO

Fonte de nível ministerial disse ao TELETIME News nesta quarta-feira, 14, não ser correta a notícia dada pela revista Veja desta semana de que o economista Luciano Coutinho teria sido convidado para substituir Carlos Lessa no BNDES. Mas há descontentamento com Lessa, admite a fonte, ao comentar as declarações feitas pelo presidente do BNDES durante audiência pública na Comissão de Fiscalização e Controle do Senado, nesta quarta, 14, em Brasília. Na ocasião, ao ser questionado pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), ele admitiu que a Geodex seria uma ?laranja? na proposta de aquisição da Embratel pelo consórcio Calais, formado pelas três companhias de telefonia fixa (Telesp, Telemar e Brasil Telecom).
Ainda que Lessa tenha explicado em seguida o uso do termo para definir que a empresa seria um veículo de compra da Embratel, as declarações de Lessa reforçam as críticas feitas ao consórcio de que, segundo analistas, teria incluído a Geodex na operação apenas para driblar os órgãos brasileiros que fiscalizam a concorrência. Aliás, as declarações de Lessa foram muito mal recebidas por analistas do mercado de ações.
Vale lembrar que Lessa fica numa situalção ainda mais complicada ao expor que o BNDES, que é acionista em 25% da Telemar, entende que a Calais esteja usando uma estrutura "laranja" para tentar comprar a Embratel.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top