OUTROS DESTAQUES
Regulamentação
Portabilidade afeta principalmente AT&T nos EUA
quarta-feira, 07 de Abril de 2004 , 19h14 | POR REDAÇÃO

Efeito direto do direito à portabilidade numérica dos telefones, o setor de telefonia móvel norte-americano está iniciando uma nova onda de promoções. Justamente por ser a mais atingida, quem sai na frente é a AT&T Wireless, recentemente comprada pela Cingular (Bell South e SBC) por US$ 41 bilhões.
A novidade é que a AT&T está oferecendo um plano, através do qual, por US$ 40 mensais, o cliente pode falar mil minutos, sendo ilimitado o tempo à noite e nos fins de semana e ainda pode escolher, de graça, uma dúzia de tipos diferentes de handset ?incluindo o Motorola V60, flip com tela colorida. Só em voz, isso significa uma diferença de até US$ 20 por mês.
Tanta generosidade tem por base a constatação de que a AT&T é a grande perdedora da portabilidade. De acordo com as primeiras estimativas de analistas, vem perdendo 150 mil assinantes por mês, depois de perdas ainda mais pesadas de quase 1 milhão no quarto trimestre de 2003. Quem está levando vantagem é a Verizon Wireless, na base de 10 a 1 contra a AT&T.

Recuperação

A nova guerra de tarifas nos Estados Unidos não está impedindo que o setor se recupere nas bolsas. Ao contrário, nos últimos cinco pregões, a alta superou a média do Índice Dow Jones. Enquanto o DJ subiu 1,78%, o segmento de celulares registrou alta de 2,71% e o de telefonia fixa, 2,54%. Todos agora estão positivos no ano: wireless + 21,39%, fixas +1,18%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top