OUTROS DESTAQUES
OSS
Intec fornecerá sistema de mediação para a Vivo
terça-feira, 06 de Abril de 2004 , 18h00 | POR REDAÇÃO

A Intec Telecom Systems venceu a licitação da Vivo e fornecerá a plataforma Inter-mediatE, de mediação, para a operadora. O valor do contrato não foi revelado. Participaram da disputa cerca de dez fornecedores. Há três semanas, a Intec firmou um acordo global de intenções com a Telefónica Móviles da Espanha para fornecer soluções de interconexão, segundo o diretor de operações da empresa para o Caribe e América Latina, Per Martell. Esse pode ser um dos motivos que levou a Vivo a escolher a Intec como seu fornecedor de mediação. Outra razão é que a empresa já fornecia algumas soluções para operadoras da Vivo.
Agora, a expectativa de Martell é com a troca das plataformas das operações BellSouth latino-americanas, recém-adquiridas pela Telefónica. A Intec já fornecia sistemas de mediação para essas operadoras. Ele afirma que, se a Intec for escolhida pela Telefónica também nesse caso, os recursos usados serão os do escritório da empresa de São Paulo. O escritório no Brasil é responsável pelos projetos da América Latina.

Revenue assurance

A nova plataforma, que inicia operações em junho próximo, processará cerca de 215 milhões de chamadas de voz e dados IP (SMS, MMS) por dia, com capacidade para chegar a 1,2 bilhão de eventos na rede por hora, e contribuirá para a melhora do serviço de billing (também em licitação) da Vivo. ?É 100% revenue assurance (garantia de receita)?, diz Martell. A nova plataforma tem condições de corrigir e validar os dados e evitar eventuais erros na emissão de fatura.
O ganho para a Vivo, de acordo com Martell, será sobretudo em nível operacional. ?Ao invés de a operadora ter várias centrais e equipes espalhadas pelo País, ficará tudo centralizado num único centro de coleta de dados. Outro ganho é com a redução das despesas operacionais (Opex), sobretudo com o custo de atualização dos diversos sistemas anteriores e com a uniformização das regras.?

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top