OUTROS DESTAQUES
Venda da Embratel
Telmex fortalecerá competição, diz presidente da operadora
terça-feira, 23 de Março de 2004 , 17h42 | POR REDAÇÃO

A Embratel será fortalecida se vendida para a Telmex, disse o presidente da operadora brasileira, Jorge Rodriguez, durante o almoço de lançamento da edição deste ano do Prêmio Imprensa Embratel, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira, 23. ?A Telmex sempre aporta recursos nas empresas que compra. A venda da Embratel para o grupo mexicano fomentará também a competição no mercado brasileiro?, comentou o executivo.
Rodriguez acredita que dificilmente a corte de falências americana que cuida do caso aceitará o recurso a ser apresentado pelos ?três amigos? ? termo usado pelo executivo para se referir ao grupo formado por Telemar, Brasil Telecom e Telefônica. ?Todo o processo de recebimento e análise das propostas foi acompanhado por um perito?, lembrou. Ele classificou como um indício de cartel a apresentação de uma proposta conjunta das três teles fixas pela Embratel.
O presidente da operadora de longa distância acredita que a troca no controle deve ser concretizada em cerca de 90 dias após a entrega da documentação para a Anatel. ?Este seria um prazo razoável. Não há qualquer problema regulatório na proposta da Telmex?, afirmou,

Contencioso

Na opinião de Rodriguez, além de reduzir a competição, uma das grandes vantagens que as três concessionárias locais teriam se comprassem a Embratel seria o arquivamento de uma série de processos entre as duas partes na Anatel, na Justiça e no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Apenas o contencioso envolvendo uma suposta dívida da Embratel junto às teles fixas pelo não pagamento de tarifas de interconexão poderia render algumas centenas de milhões de reais ao grupo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top