OUTROS DESTAQUES
Competição
CTBC quer dobrar faturamento fora de sua área de atuação
sexta-feira, 05 de Março de 2004 , 16h04 | POR REDAÇÃO

A CTBC Telecom já começou a operar voz corporativa nas cidades de São Paulo e Ribeirão Preto (SP) e Belo Horizonte (MG) e a pretensão é dobrar o faturamento nessas regiões, segundo o coordenador do segmento corporativo da operadora, Alexandre Crescenzi. A idéia é oferecer voz corporativa aos clientes que já trabalham com os serviços de transmissão de dados da operadora. Ao todo, somente no Estado de São Paulo, são 160 clientes corporativos atendidos. Segundo Crescenzi, ao contrário das demais teles, o objetivo é trabalhar com as pequenas e médias empresas (PMEs). ?A oportunidade está nas PMEs. O custo de aquisição de um grande cliente corporativo é muito alto. Vale a pena atender PMEs que as demais operadoras atendem via canais indiretos?, afirma. Pelo plano de negócio da operadora, uma das abordagens é oferecer serviços aos clientes que estão próximos do backbone. Quando isso não ocorre, são feitas parcerias com empresas como Iqara, MetroRED, Diveo etc.

Cobertura

A CTBC já está pronta para oferecer voz corporativa, além das cidades citadas, em Barueri/Alphaville e Campinas (SP), Rio de Janeiro, Betim e Contagem (MG), Brasília e Curitiba. No Estado de São Paulo, o backbone da CTBC tem dois anéis metropolitanos cujos pontos principais estão nas cidades de São Paulo e em Barueri, que cobre Alphaville. Recentemente, a CTBC triplicou a capacidade de seu backbone e agora opera em SDH sobre DWDM, com capacidade para 10 Gbps.
Está em desenvolvimento, pela CTBC, um cronograma que prevê, futuramente, a oferta de mais serviços fora de sua área original de concessão. Entre esses serviços, está telefonia local para o assinante residencial. Os demais serviços – telefonia local corporativa, longa distância nacional e internacional, 0800 e data center, já são oferecidos em todas as áreas cobertas pela CTBC.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top