OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Rede GSM da BrT deve seguir mapa de hotspots
quarta-feira, 03 de Março de 2004 , 15h32 | POR LETÍCIA CORDEIRO

A estratégia da Brasil Telecom (BrT) para implantação da rede GSM para a operação móvel será, inicialmente, instalar Estações Radiobase (ERBs) nos locais em que a incumbent já tem presença com hotspots Wi-Fi. Trata-se de uma ação da BrT para aproveitar as sinergias entre as operações fixa, móvel e o provedor de internet BrTurbo. De acordo com o diretor de produtos e serviços da BrT Serviços de Internet, Dilton Caldas, o Wi-Fi só traz retorno financeiro sob a perspectiva de pacote de serviços. ?O Wi-Fi exerce papel de ponte entre o modelo de acesso em banda larga da telefonia fixa e o que será a terceira 3G?, completa. O Wi-Fi da BrT foi lançado no início de dezembro de 2003 e tem como alvo executivos em viagens de negócios. Por esse motivo, a BrT conta atualmente com 30 hotspots próprios e outros 120 oriundos de uma parceria com a Vex, provedora de acesso Wi-Fi, espalhados em hotéis, aeroportos, centros de convenções e restaurantes na área de concessão da Brasil Telecom e no Rio de Janeiro e em São Paulo. De acordo com Caldas, a integração entre Wi-Fi e a operação móvel resolve a limitação de velocidade enfrentada pela tecnologia GSM, uma vez que a velocidade real alcançada pela rede GPRS gira em torno de 30 kbps. As rede móvel da BrT já deverá ser instalada com EDGE, que deve elevar a velocidade real de transmissão de dados pela rede móvel para cerca de 120 kbps.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top