OUTROS DESTAQUES
Finanças
Para analistas, BC mudará (para cima) meta de inflação
quarta-feira, 03 de Março de 2004 , 18h44 | POR SÉRGIO SISTER

Presidente de um importante conglomerado do setor financeiro disse ao TELETIME News nesta quarta, 3, que diretores do Banco Central estão sondando a opinião de alguns expoentes do mercado sobre uma eventual mudança (evidentemente para cima) da meta de inflação para 2004. Como se sabe, o Conselho Monetário Nacional estipulou que a meta seria de 5,5% para 2004 e de 4,5% para 2005, ambas com um intervalo de tolerância de 2,5 pontos percentuais.
Fonte próxima ao presidente Lula admite que essa talvez seja a saída para apressar a queda da taxa básica de juros, sem criar uma crise profunda entre o governo e o Banco Central. Os diretores do BC (com a exceção do presidente Henrique Meirelles, mais sensível às dificuldades políticas do governo) são contra a redução dos juros, a menos que se esteja seguro de que não há risco de uma escalada inflacionária, ou que o CMN mude a meta.
Se essas informações se confirmarem ? e isso interessa de perto às empresas de telecomunicações endividadas em dólares ? haveria uma pressão maior sobre a taxa de câmbio. Além disso, haveria a necessidade de recálculo de custos, devido à pressão dos preços; e de receitas, em razão da possibilidade de melhora da atividade.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top