OUTROS DESTAQUES
Mercado
Nextel derruba papéis das teles móveis nos EUA
quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2004 , 19h07 | POR REDAÇÃO

Os investidores norte-americanos estão realizando lucros obtidos com ações do segmento de telefonia móvel, depois de fortes e sucessivos movimentos de alta. Nos últimos cinco pregões, contra uma queda de 0,72% do Índice Dow Jones, o conjunto das empresas wireless caiu 3,59%. A queda é em parte resultante do balanço da Nextel, que registrou perdas superiores às estimadas pelo mercado.
No ano, o segmento ainda está bem mais valorizado que a média de mercado. Enquanto o Dow Jones subiu 1,28%, os celulares acumularam alta de 20,9%.
Os analistas continuam vendo a telefonia móvel com bons olhos. Principalmente porque está cada vez mais claro que ela está ocupando de fato uma fatia expressiva da telefonia fixa. As últimas estimativas formuladas pela Instat/MDR, divulgadas nesta quarta-feira, 25, cerca de um terço dos usuários de telefones celulares dos Estados Unidos já não terão qualquer linha fixa em casa até 2008. O processo de ?cord cutting?, como é chamado pelos especialistas, é mais forte entre os jovens adultos e está sendo muito reforçado a partir do direito de portabilidade numérica, ampliação das áreas de cobertura e baixos preços.
Veja o levantamento de preços feito por TELETIME News nesta quinta-feira, 26, em quatro operadoras americanas:

1) A Verizon, agora a segunda maior operadora, está oferecendo o mais avançado aparelho da Motorola por US$ 164,99 (R$ 485) e tarifa mensal de US$ 34,99 (R$ 102) com direito a 300 minutos para qualquer telefone em qualquer parte do país, noites e fins de semanas grátis.
2) A AT&T dá de graça um Nokia, cobra por mês US$ 39,95 (R$ 117), com direito a 600 minutos, longa distância a preço de local e noites e fins de semana livres.
3) Sprint também dá um Nokia 3588 de graça, cobra US$ 35 por mês por 300 minutos incluindo longa distância e noites e fins de semana livres.
4) A T-Mobile dá as mesmas condições da AT&T.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top