OUTROS DESTAQUES
Venda da Embratel
Para Fittel, veto à compra da Garoto indica tendência para teles
quarta-feira, 04 de Fevereiro de 2004 , 17h15 | POR REDAÇÃO

O presidente da Federação Interestadual dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações (Fittel), José Zunga, considerou o veto do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) à compra da Chocolates Garoto pela Nestlé, nesta quarta-feira, 4, como um bom prenúncio em relação à compra da Embratel pela Telemar, Telefônica e Brasil Telecom (BrT).
Segundo Zunga, a decisão inédita mostra que o conselho está atento aos possíveis óbices à concorrência em todos os setores da economia: ?se o Cade decidiu desta forma em relação a uma fábrica de chocolates, deverá tomar decisão até mais incisiva em relação a uma possível compra da Embratel por um consórcio formado pelas concessionárias locais?, disse Zunga.
Na semana passada, a Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça, acatando representações feitas pela Fittel e Telcomp, determinou a abertura de um procedimento administrativo para averiguar preliminarmente a possibilidade de concentração no mercado de telecomunicações a partir da eventual compra da concessionária de longa distância pelas teles locais.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top