OUTROS DESTAQUES
Desempenho
Fixas ainda prevalecem sobre celulares no Brasil
quarta-feira, 24 de setembro de 2003 , 20h29 | POR REDAÇÃO

No Brasil, a percepção que os investidores têm da competição entre celulares e fixas ainda não é tão forte nem tão visível quanto nos Estados Unidos. A performance do setor só é desigual dentro de cada segmento: enquanto Telemar acumula, este ano, alta de 62,7% e a Embratel (que tem um histórico ruim) de 98,7%, Brasil Telecom valorizou 24% e Telesp Fixa 15,2%. Já entre as celulares, Telemig Celular acumula alta de 37%, Telesp Celular de 34,6%, enquanto a Tele Nordeste (TIM), fica nos 17%. Isso, com uma variação de 38% do Índice de Telecomunicações (Itel).
Victor Martins, analista do Banco Safra, acredita, porém, que há também aqui uma tendência em favor do wireless. De um lado, pela altíssima popularização do pré-pago, de outro, pela propensão dos jovens a usar o celular como telefone único.
Com isso, a Telemar é, no momento, a única operadora de telefonia fixa em processo avançado de adaptação e expansão, com a Oi. A Telesp Fixa pode, eventualmente, no futuro, dar passos no sentido de um envolvimento societário com a Vivo. A Brasil Telecom, finalmente, teria que resolver rapidamente a crise entre seus controladores.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top