OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Vivo lança serviços de vídeo por telefone celular
quarta-feira, 17 de setembro de 2003 , 16h11 | POR REDAÇÃO

A operadora de telefonia móvel Vivo anunciou nesta quarta, 17, os primeiros quatro aplicativos de vídeo, baseados em download ou streaming, que vão rodar nos celulares equiapdos com o chip Brew. As duas primeiras aplicações são chamadas pela Vivo de "Vídeo On Demand", com trailers de filmes e videoclipes de música, e "Spicy TV", que é uma espécie de canal de vídeos eróticos. Por enquanto, os vídeos têm apenas 30 segundos, por conta da capacidade de armazenamento dos telefones celulares.
Os dois serviços estarão disponíveis comercialmente a partir desta sexta-feira, 19. O usuário poderá optar por uma assinatura mensal a R$ 9,99, sem limites para o número de vídeos baixados, mais o valor do tráfego (medido em Kb), ou pagar R$ 2 por vídeo.
Os outros dois aplicativos, baseados em streaming de vídeo, estarão disponíveis comercialmente em aproximadamente 15 dias, tempo necessário para fechar as parcerias para o "Vídeo Trânsito", que permitirá o monitoramento em tempo real dos principais pontos de tráfego da cidade do Rio de Janeiro e da capital paulista; e o para o "Vídeo ao Vivo", que vai permitir, por meio de uma câmera e um software baixado do site da operadora no computador, que o usuário acompanhe a movimentação em sua residência ou escritório, por exemplo.

Meta

De acordo com o vice-presidente de marketing e inovação da Vivo, Luís Avelar, atualmente existem 30 mil telefones com chip Brew, dos quais 30% fazem três downloads por mês. Ele acredita que o número de dowloads por usuário, até então motivados pelas campanhas de marketing, deve cair um pouco. ?Nos EUA, Japão e Coréia, os usuários fazem em média um download por mês?, diz. ?Com o atraso no lançamento de alguns aparelhos, tivemos que rever a meta que era de 300 mil terminais Brew até o fim de 2003?, pondera. A meta agora, segundo Avelar, é ultrapassar os 200 mil terminais Brew até o fim do ano, no embalo das vendas do Natal. Além do mais, os usuários poderão contar com seis novos aparelhos brew com display colorido (dois Nokia, dois Motorola, um LG e um Kyocera), e preços que podem chegar a cerca de R$ 500.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top