OUTROS DESTAQUES
3G
Anatel estuda alinhamento também com os EUA
quarta-feira, 17 de setembro de 2003 , 17h14 | POR REDAÇÃO

Após ter definido alinhar-se com o IMT-2000, adotado por toda a Europa na alocação de faixas de freqüências para a terceira geração de telefonia móvel (3G), a Anatel considera a possibilidade de alinhar-se também com os Estados Unidos. ?Nosso espectro é otimizado e tem espaço suficiente para isso?, disse Luiz Guilherme Schymura, presidente da agência durante a abertura da Telexpo Wireless 2003, nesta quarta, 17, em São Paulo. Segundo ele, a agência no momento aguarda a posição a ser tomada pelos Estados Unidos, que está para ?limpar? faixas e definir as freqüências a serem utilizadas para o serviço da próxima geração do serviço móvel. A partir de então, reservará faixas compatíveis no Brasil.
A alocação estabelecida para a 3G, segundo o IMT-2000, ocupa freqüências nas faixas de 1,9 GHz, que nos Estados Unidos correspondem às ocupadas por serviços móveis de segunda geração (PCS). O país trabalha no sentido de desocupar outras faixas, como as de 1,8 GHz e 800 MHz, para esta finalidade.

Consultoria

A superintendência de serviços privados da Anatel trabalha na elaboração do processo de licitação para a escolha da consultoria que vai auxiliar a agência na elaboração das regras para operações 3G no Brasil. A previsão é de que o projeto seja encaminhado ao conselho diretor da Anatel a tempo de que a concorrência ocorra no início do próximo ano, diz o superintendente Jarbas Valente. Segundo ele, o trabalho envolverá a melhor forma de usar o espectro para os serviços da próxima geração, a forma e a época em que serão feitas as licitações para as novas licenças e a divisão por áreas, entre outras definições.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top