OUTROS DESTAQUES
Conflito entre sócios
Previ estuda entrar na Justiça por causa do presidente da BTP
quinta-feira, 04 de setembro de 2003 , 19h24 | POR REDAÇÃO

A Previ analisa a possibilidade de entrar na Justiça contra o Opportunity Zain por entender que este feriu o acordo de acionistas da Invitel ao negar a impugnação solicitada pela fundação à nomeação de Humberto José Rocha Braz para a presidência da Brasil Telecom Participações (BTP). O executivo até então ocupava o cargo de diretor de relações institucionais da holding. A Previ é contrária ao seu nome por entender que Braz não possui qualificação técnica para o cargo, motivo que lhe dá direito a veto pelo acordo de acionistas da Invitel, que controla a Solpart, que, por sua vez, controla a BTP. ?Ele é oriundo do setor de construção, trabalhou muitos anos na Andrade Gutierrez. Como pode agora ser presidente da holding que controla uma das maiores operadoras de telecomunicações do país??, pergunta uma fonte ligada aos fundos de pensão.
A Previ encaminhou carta de impugnação ao Opportunity Zain, sócio majoritário de Invitel e responsável pela indicação de Braz, mas o pedido foi rejeitado. Em resposta por escrito à fundação, o Opportunity Zain alegou que o executivo tem, sim, experiência e ressalta que ele foi escolhido para um cargo institucional, não operacional.
O fundo de pensão aponta outra irregularidade no processo: o Opportunity Zain tentou orientar por carta o voto dos conselheiros dos fundos para aprovação de Braz, enquanto o acordo de acionistas estipula que a orientação deveria ser feita em uma reunião prévia de Invitel
Por fim, a Previ critica a pressa com que se deu a escolha do nome. ?Foi tudo muito rápido, o que demonstra falta de zelo por parte do Opportunity na administração dessa importante empresa?, comenta a fonte. Procurado por este noticiário, o Opportunity não se pronunciou sobre o assunto.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top