OUTROS DESTAQUES
Satélites
Para Loral, operadoras têm de buscar parcerias com incumbents
quinta-feira, 14 de agosto de 2003 , 18h25 | POR REDAÇÃO

?Temos um posicionamento elitista e esse posicionamento tem que mudar?, afirma o diretor geral da Loral Skynet, Marcelo Sant?Anna. Para ele, o setor de satélite tem que falar a mesma linguagem dos demais players de telecomunicações. Sant?Anna diz que a complementaridade com as incumbents deverá ser explorada, nem que para isso o setor de satélites tenha que repensar e desenvolver novas soluções e produtos que atendam a demanda. Para o diretor da Loral, falta dinheiro. E o governo federal tem que ser uma fonte de fomento e desenvolver o negócio de telecomunicações.
?Existe uma complementaridade que nós não trabalhamos e se a operadora nos pede isso, não podemos falar que não dá; temos que desenvolver?, diz. Sant'Anna participou do seminário "Soluções em telecom: as aplicações via satélite", encerrado nesta quinta, 14.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top