OUTROS DESTAQUES
Satélite
Petrobrás estuda uso de novas soluções
quarta-feira, 13 de agosto de 2003 , 17h32 | POR REDAÇÃO

A Petrobrás tem, pelo menos, oito novas oportunidades para fornecedores de soluções via satélite. De acordo com o gerente de empreendimentos e engenharia da empresa, Luiz Thadeu Molina Filártiga, com o aumento da demanda interna por novas aplicações e a estratégia para exploração de petróleo em águas profundas, a Petrobrás encomendou um estudo à PUC do Rio de Janeiro para desenvolver e organizar as possibilidades de utilização das tecnologias de satélite. Os estudos, concluídos em novembro do ano passado, resultaram em oito projetos que envolvem desde a utilização de TV digital via satélite para treinamento à distância até uma rede VSAT para interligar todos os postos de combustíveis BR. Segundo Filártiga, os projetos ainda estão em fase de maturação e precisam de um estudo de viabilidade econômica mais aprofundado.
Por enquanto, as prioridades da Petrobrás são a Região Amazônica, onde a empresa faz a exploração de gás natural, e plataformas marítimas, de difícil acesso para redes terrestres. Atualmente, as plataformas marítimas são atendidas por uma estação terrestre de satélites localizada em Macaé/RJ, na Bacia de Campos, considerada, porém, totalmente obsoleta, com mais de 20 anos de uso. Um dos maiores empecilhos é que ?os custos da tecnologia de satélite ainda são muito elevados?, pondera Filártiga.
Segundo ele, para renovar toda a estação terrestre de Macaé, seriam necessários US$ 20 milhões. Filártiga participou do seminário "Soluções em telecomunicações: as aplicações via satélite?, realizado em São Paulo pela Converge Eventos e pelas revistas TELETIME, PAY-TV e Tela Viva.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top