OUTROS DESTAQUES
Mercado de ações
Expectativa de mais mudanças na Vivo preocupa minoritários
quarta-feira, 30 de julho de 2003 , 20h11 | POR REDAÇÃO

Mais um jornal português, desta vez o Público, nesta quarta-feira, 30, noticia que a Portugal Telecom e a Telefônica Móviles vão integrar totalmente as operações da Vivo no Brasil, abrindo seu capital na Bovespa. É mais um ruído a intranqüilizar os investidores minoritários de Telesp Celular, Tele Sudeste e Tele Leste Celular, que já têm na agenda os seguintes problemas:
1) A troca de ações preferenciais da Tele Centro Oeste Celular por papéis da Telesp Celular.
2) A Telesp Celular havia anunciado sua intenção de extinguir um artigo do estatuto da empresa que prevê que quaisquer contratos de longo prazo entre sócios e suas controladas devem ter aprovação da assembléia geral de acionistas. Isso, sob a alegação de dar maior agilidade às operações conjuntas com as demais empresas da Vivo. O mercado entendeu que se tratava de um golpe na transparência e castigou as ações da empresa na bolsa. Esta voltou atrás e suspendeu a mudança.
3) A unificação societária da Vivo implica dúvidas a respeito dos critérios de rentabilização de investimentos feitos pela Telefônica e pela Portugal Telecom, ou seja, sobre quanto as empresas consideram que valem seus investimentos na hora de trocá-los por ações de seus investidores com capital aberto negociadas em bolsa.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top