OUTROS DESTAQUES
Telefonia fixa
Banda larga beneficia operadoras nos EUA
quarta-feira, 23 de julho de 2003 , 19h43 | POR REDAÇÃO

Os números da Bell South no segundo trimestre tiveram uma sensível melhora e dão uma boa idéia de como as operadoras de telefonia fixa estão conseguindo enfrentar o forte aumento na concorrência dos serviços locais.
O lucro líquido da Bell South, que controla no Brasil a BCP, foi de US$ 951 milhões. Um resultado até bastante razoável quando confrontado com o lucro de US$ 283 milhões obtido em igual período do ano passado. É pouco para o tamanho da empresa, mas se trata de uma reação ao movimento negativo do conjunto do segmento de telefonia fixa, movido, principalmente, pela entrada de concorrentes que usam a rede das chamadas baby bells (por unbundling) mediante um aluguel bem abaixo das tarifas aplicadas aos usuários finais. Fora isso, os americanos já não precisam tanto de linhas novas, o que resulta em crescimento medíocre de instalações.
A Bell South está conseguindo reverter a crise por meio, principalmente, de duas medidas combinadas: agressividade na venda de banda larga (ADSL); e entrada em operação em novas áreas.
Os resultados da Bell South ainda foram beneficiados pela redução de provisões. Uma delas, com a saída da BSE (sua operação no Nordeste brasileiro vendida para o Telecom Américas); a outra, de pensões e aposentadorias de funcionários.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top