OUTROS DESTAQUES
SMP
CSP amplia oportunidades de negócios para a BrT
quinta-feira, 03 de julho de 2003 , 18h42 | POR REDAÇÃO

A Brasil Telecom (BrT) vê na implantação do Código de Seleção de Prestadora (CSP), a partir do próximo dia 6, em todo o Brasil, uma nova oportunidade de negócios, segundo afirma o diretor comercial do mercado consumidor, Edison Fava Bueno.
A operadora, que ainda não tem autorização para oferecer longa distância nacional e internacional fora de sua área, fará uma massiva propaganda em toda a mídia para que seus próprios assinantes e todo o público das regiões Sul e Centro-Oeste usem o código 14 nas ligações originadas nos terminais móveis.
Bueno diz que a BrT está preparada para a implantação do CSP, tanto no aspecto pessoal (call center com atendentes prontos para esclarecer dúvidas) quanto no que se refere ao tráfego (as chamadas serão cursadas pelos mesmos meios usados atualmente).

Capacidade do usuário

?O principal problema está na capacidade de fazer o cliente entender essa mudança?, diz Bueno. Mas, o executivo diz que diferentemente do que ocorreu no passado, com a obrigatoriedade de discar o código de longa distância em todo o País, o que acabou gerando grande confusão e multas para algumas operadoras, desta vez a Anatel se preparou.
Como ele assinala, o usuário terá um prazo de 120 dias, onde ocorrerá o processo de orientação e interceptação de chamadas erradas, conforme o previsto na regulamentação do CSP. Nos primeiros 30 dias, as chamadas corretas ou não passarão do mesmo jeito.
A partir do 31º dia até o 60º dia, 30% das chamadas erradas serão interceptadas e seus usuários devidamente orientados. Os demais 70% ainda conseguirão completar as chamadas, mesmo sem usar o CSP.
Do 61º dia ao 90º dia 70% das chamadas erradas serão interceptadas e apenas 30% passarão, ainda que sem o CSP. Finalmente, do 91º dia até o 120º dia, todas as chamadas erradas serão interceptadas, sendo que os usuários serão devidamente instruídos a usar o CSP. A partir do 121º dia, as chamadas erradas, sem o CSP, simplesmente não seráo realizadas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top