OUTROS DESTAQUES
Redes
Sinttel anuncia greve de trabalhadores terceirizados da GVT e BrT
quarta-feira, 18 de junho de 2003 , 18h00 | POR REDAÇÃO

O Sinttel/DF anunciou que a partir desta quarta, dia 18, os trabalhadores que prestam serviço de instalação, manutenção e reparo das redes da Brasil Telecom e da GVT entraram em greve por tempo indeteminado. Esta paralisação soma-se à greve dos trabalhadores responsáveis pela manutenção das linhas ADSL da BrT, iniciada na terça, dia 17. Os trabalhadores grevistas pertencem a empresas terceirizadas, que prestam serviços às operadoras. As principais empresas cujos funcionários entraram em greve são: Telemont, ETE e Seicom. Segundo o Sinttel/DF, os funcionários recusaram a proposta de reajuste salarial de 3,5% oferecida pelas empresas e autorizaram o sindicato a instaurar processo de dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho.
Procurados por este noticiário, a Brasil Telecom comunicou que está acompanhando a negociação entre trabalhadores e empresas terceirizadas e que seus serviços não foram afetados pela greve. A GVT não retornou às ligações.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top