OUTROS DESTAQUES
Fundos de pensão
Lula: fundos têm que ter mais solidariedade "que um Citibank"
quarta-feira, 28 de Maio de 2003 , 18h58 | POR REDAÇÃO

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta, 28, no Rio de Janeiro, que os fundos de pensão devem levar em conta critérios de responsabilidade social ao avaliarem suas opções de investimento. "Os fundos precisam ter um espírito de solidariedade maior que um Citibank, por exemplo?, disse Lula, que participou do encerramento do I Seminário Internacional de Fundos de Pensão, realizado na terça, 27, e quarta, 28, no Rio de Janeiro. Os fundos de pensão Previ, Petros e Funcef já preparam critérios padronizados sobre responsabilidade social para escolha de seus futuros investimentos.
A alusão ao Citibank pode não ser gratuita. O banco é o principal cotista do fundo CVC Opportunity Equity Partners L.P. (CVC Internacional), gerido pelo Opportunity e que é um dos principais investidores em empresas de telecomunicações no Brasil. Os fundos, particularmente a Previ, acusam o Opportunity de gerir os recursos das fundações no CVC Opportunity Equity Partners FIA (CVC Nacional) em função dos interesses do Citibank. O CVC Nacional participa ao lado do CVC Internacional em várias empresas de telecomunicações: Brasil Telecom, Telemig Celular, Amazônia Celular e Telemar.

Sindicalismo

O presidente aproveitou para conclamar os sindicatos a apoiarem as reformas propostas pelo governo. Ele argumentou que a reforma tributária por exemplo, pode ajudar, no futuro, as classes trabalhadoras a conquistarem maiores aumentos salariais. Esse apoio às reformas representaria o que Lula chamou de ?nova lógica de atuação do movimento sindical?, na qual os sindicatos não se preocupariam apenas com melhorias salariais imediatas, mas com benefícios diversos para a sociedade.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top