OUTROS DESTAQUES
Política de telecomunicações
Decreto do Minicom valoriza papéis da Embratel e celulares
quarta-feira, 21 de Maio de 2003 , 20h16 | POR REDAÇÃO

Investidores e analistas entenderam que a Embratel (juntamente com o segmento de longa distância) é a maior beneficiada na proposta de decreto para uma nova política de telecomunicações apresentada pelo Ministério das Comunicações. Tanto que todas as ações da empresa subiram fortemente. As PN chegaram a ganhar mais de 6% à tarde, fechando a R$ 4,70 com variação de 5,38%. O mesmo patamar de alta de 5% foi observado nas ON e nas ADRs.
De fato, a Embratel está conseguindo, através do Minicom, aquilo que a Anatel ou lhe negava ou desconsiderava: 1) tarifas de interconexão e de unbundling baseadas em modelo de empresa eficiente (modelo de custos incrementais de longo prazo); 2) Separação contábil entre os diferentes serviços prestados, que mostrará se uma operadora dá condições especiais e, portanto, mais competitivas, a outros segmentos do mesmo grupo empresarial; 3) portabilidade numérica (que vai facilitar ao usuário arbitrar preços e condições com as operadoras, sem perder seu número de telefone), o que aumenta as chances de participação da Embratel na telefonia local.
Victor Martins, do Banco Safra, acredita que as tarifas de interconexão e de unbundling baseadas em modelo de empresa eficiente também devem beneficiar as operadoras de telefonia celular não vinculadas a empresas que esteja também na telefonia fixa. É o caso das operadoras da TIM, Telemig e Amazônia Celular e Telecom Américas.
Já Edigimar Maximiniano, do Unibanco, considera que as operadoras fixas terão de tomar suas decisões com relação à continuidade ou não de sua concessão "no escuro", ou seja, sem saber como serão os indexadores para reajustes tarifários. Em sua visão, a formulação da política de telecomunicações se mostra como mais uma oportunidade que o governo terá para demonstrar seu comprometimento com o bem-estar dos usuários e empresas, preservando a saúde financeira do setor.
De qualquer forma, o fato é que todas as empresas de capital aberto desse segmento registraram altas em suas ações nesta quarta-feira, 21.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top