OUTROS DESTAQUES
Prestadores de serviços
Abeprest pede aumento de fiscalização à Anatel
segunda-feira, 19 de Maio de 2003 , 19h54 | POR REDAÇÃO

Falta fiscalização no setor de prestação de serviços, afirmou o diretor-presidente da Associação Brasileira das Empresas Prestadoras de Serviços de Telecomunicações (Abeprest), Herold Weise, durante Fórum Abeprest, realizado nesta segunda-feira, 19, em São Paulo. Segundo Weiss, as operadoras estão contratando prestadoras a preços menores mas também com qualidade inferior. Para ele, isso provocará queda na qualidade dos serviços das teles e, portanto, a Anatel deve interferir de alguma forma.
Weise disse, pelo que a Abeprest conseguiu apurar nos últimos dois anos, cerca de 30% das prestadoras de serviços encerraram suas atividades por causa dessa concorrência.
Para o diretor-presidente da Abeprest, a agência deveria obrigar as operadoras a contratar somente prestadoras credenciadas, o que garantiria a qualidade dos serviços.

Preocupação com o usuário

O conselheiro da Anatel, Antônio Carlos Valente, disse que a maior preocupação da agência é com o preço final ao usuário. "Se as empresas pagam juros, ágio ou provocam uma queda de preços, não temos como interferir", afirmou o conselheiro. De qualquer forma, Valente concordou em levar a Anatel uma proposta de especificação técnica para esse tipo de prestação de serviço. Modelo semelhante era adotado no antigo Sistema Telebrás.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top