OUTROS DESTAQUES
Expansão
Mais um satélite da Hispasat poderá operar no Brasil
segunda-feira, 12 de Maio de 2003 , 16h01 | POR CARLOS EDUARDO ZANATTA

A Hispasat, que já tem autorização para operar no País o satélite Hispasat 1C, pede agora à Anatel autorização para operar mais um satélite estrangeiro, o Hispasat 1D, colocado em órbita em 30° W em setembro do ano passado. O pedido será analisado na próxima reunião do conselho diretor da agência, na quarta, 14.
Com exceção do satélite Amazonas, os outros satélites (1A, 1B e 1C) da companhia estão todos posicionados em 30° W, iluminando as Américas, a Europa ocidental e o norte da África. O Amazonas será lançado para uma posição orbital notificada pelo Brasil em 61° W, operando sob licença obtida pela empresa por meio do consórcio Hispamar, com a Telemar.
Além deste satélite, a empresa está construindo dois outros, a serem lançados em 2003, o Spainsat (30°W) e o Xtar-Eur (para uso militar) e estuda o lançamento de um oitavo satélite, o Hispasat 1E para 2004/2005.
A Hispasat está solicitando da Anatel a utilização das faixas de freqüência de 13,75 GHz a 14,50 GHz e 11,45 GHz a 12,20 GHz para prestar serviços em banda Ku no País. De acordo com Francisco Perrone, presidente da empresa no Brasil, o objetivo do pedido é facilitar o atendimento de clientes brasileiros com um satélite melhor direcionado. Os preços pelo uso das radiofreqüências serão calculados de acordo com o regulamento de preços públicos pelo uso de radiofreqüências estabelecidos pela agência brasileira.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top