OUTROS DESTAQUES
Audiências públicas
Câmara discute salários nas teles e começa pela Telefônica
quarta-feira, 30 de Abril de 2003 , 15h21 | POR REDAÇÃO

A exemplo de outros temas ligados ao setor de telecomunicações, as campanhas salariais dos funcionários das teles devem também ganhar força ao Congresso, caso seja aprovado o requerimento do deputado Nelson Proença (PPS/RS) à Comissão de Comunicações da Câmara dos Deputados, solicitando audiência pública para discutir o reajuste salarial, com data base em maio, dos empregados da Telefônica e de prestadores de serviços à operadora. O pedido, a ser julgado na próxima reunião da comissão, envolve a convocação de dirigentes da Telefônica, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações (Sinttel) paulista, Associação dos Construtores de Redes de Telecomunicações (Abecortel) e Anatel.

Ministro

O deputado gaúcho apresentou ainda um segundo requerimento convocando o ministro Miro Teixeira para que apresente à comissão informações concretas dos custos alegados pelas empresas para solicitar o reajuste de tarifas com base nos índices integrais do IGP-DI. Segundo Proença, apesar de o presidente da Telefônica, Fernando Xavier, haver manifestado interesse em negociar com os empregados o reajuste solicitado nos salários (em audiência pública com as operadoras na comissão, na semana passada), isso não estaria acontecendo. ?A empresa se nega a respeitar o compromisso de reajustar em 15% os valores dos salários de seus empregados, assim como conceder reajustes semelhantes nos contratos firmados com as terceirizadas, mas pede que o governo conceda um reajuste de 30% para as tarifas?, afirma Proença.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top