OUTROS DESTAQUES
STFC
Aerotech renuncia a espelhinhos e pede novas licenças
quarta-feira, 23 de Abril de 2003 , 16h14 | POR FERNANDA PRESSINOTT

A Aerotech renunciou às autorizações de espelhinhos em 12 municípios de São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, e solicitou novas licenças de telefonia fixa, pelas regras da resolução 283, para as mesmas localidades. O conselho diretor da Anatel analisa o pedido de renúncia nesta quarta, dia 23.
Segundo o presidente da operadora, Guilherme de Souza Villares, o pedido foi feito porque a empresa já tem licenças de STFC para todos os estados mencionados e, caso continuasse com as posições de espelhinho, teria dois códigos de seleção de prestadora (CSP): 39, comum a todas as espelhinhos, e 27, número destinado à exploração de LDN e LDI para a Aerotech.
Um segundo motivo para a renúncia foi a dificuldade de fechar contratos de interconexão com operadoras móveis em pequenas localidades. Villares afirma que as celulares costumam ter pontos de presença de interconexão com as concessionárias em cidades relativamente grandes. Como elas são obrigadas pela legislação a oferecer interconexão a qualquer prestador de serviços, as celulares teriam que criar novos ponto de presença nas cidades nas quais a Aerotech iria operar. ?Não fazia sentido exigir isso das operadoras móveis. Realmente era mais fácil solicitarmos novas licenças de STFC e termos contratos que abranjam todos os estados onde vamos atuar?, explica Villares.
As localidades renunciadas pela Aerotech são: Triunfo (RS); Antonina (PR); Caeté (MG); Senador Canedo (GO); Maracambi (RJ); Cananéia, Salesópolis, Guararema, Pirapora de Bom Jesus, Paraíba, Padre Bernardo e Morungaba (todas em SP).
A empresa está fazendo testes de rede e equipamentos na cidade de Brodósqui, em São Paulo, e pretende começar a operar comercialmente entre o final de junho e o início de julho.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top