OUTROS DESTAQUES
Cobrança em conta derruba margem da Embratel
segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2001 , 20h45 | POR REDAÇÃO

A considerar pelos resultados operacionais, o balanço consolidado do ano 2000 que a Embratel divulgou nesta segunda, dia 5, foi muito bem. Mas, desde que a empresa passou a cobrar diretamente os seus usuários de longa distância (em janeiro do ano passado), os investimentos em faturamento, os problemas com contas atrasadas e a inadimplência fizeram com a margem EBITDA caísse de 29,5%, em 1999, para 25,4%. Este indicador, que significa a percentagem do EBITDA (receita antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no total da receita líquida, é considerado um dos mais fiéis termômetros da lucratividade da empresa. Segundo Jorge Rodriguez, com a otimização do sistema de faturamento da empresa, a margem deve voltar a crescer neste ano, chegando novamente a perto de 30%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top