OUTROS DESTAQUES
Quadro em extinção é caso mais crítico
sexta-feira, 22 de dezembro de 2000 , 18h06 | POR REDAÇÃO

Ainda comentando a decisão do Supremo, Guerreiro disse que acha o caso dos funcionários cedidos pela Telebrás (que formam o Quadro em Extinção) o mais crítico. Segundo Guerreiro são estes os funcionários que mais entendem do setor de telefonia. Como agora estes empregados voltam a ser da Telebrás e a empresa está passando por um processo de extinção, é possível que eles prefiram buscar outros empregos, o que causaria um grande desfalque no quadro da agência. "Ano que vem teremos um grande trabalho de fiscalização para ser feito. Não poder contratar os funcionários em junho, como prevíamos, poder ser muito prejudicial para a agência. Além disso, existe um período, que não é muito curto, para que os novos empregados possam se adaptar ao setor".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top