OUTROS DESTAQUES
iG é bom negócio para Telemar? Difícil avaliar o ativo
quarta-feira, 13 de dezembro de 2000 , 23h30 | POR REDAÇÃO

A questão é controversa. Alguns analistas de mercado consideram interessante a compra da infra-estrutura do provedor de Internet gratuita iG pela Telemar, conforme vem sendo noticiado, na base de R$ 50 milhões. Outros não. "É mais ou menos o que a operadora gastaria se fosse adquirir, por conta própria todos os equipamentos e os aplicativos, e ainda iniciar um tráfego", acredita a pesquisadora de uma das mais fortes corretoras brasileiras. Além disso, continua, a compra pode ajudar no aumento da presença da Telemar no mercado de transmissão de dados, que hoje representa uma parte relativamente pequena das receitas da empresa, além de estar, com o negócio, colocando um pé em São Paulo, onde está localizado o data center do provedor e a sede da subsidiária de serviços de dados da Telemar, a HiCorp. "O problema é que eles estão confundindo o mercado comparando esse negócio com a venda da AcessoNet (empresa de conexão à Internet criada pelo UOL) para a Embratel, que são coisas muito diferentes", alerta a pesquisadora.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top