OUTROS DESTAQUES
A desestatização da CANTV
terça-feira, 28 de novembro de 2000 , 20h17 | POR REDAÇÃO

Após a privatização parcial da CANTV, foram investidos cerca de US$ 6 bilhões na operadora. Com isto, as linhas instaladas se duplicaram e os serviços relacionados ao setor se quadruplicaram. No mesmo período, a telefonia móvel recebeu grande impulso em termos de penetração. Em 1991, a Venezuela tinha apenas 7,5 mil telefones celulares e cada linha chegava a custar cerca de US$ 2 mil no mercado negro. Atualmente, a penetração atinge 4,8 milhões de assinantes – mais de 20% da população – e a cobertura chega a 95% do país. Em 1996, a CANTV fez uma oferta pública de ações equivalente a 40% do capital que o governo venezuelano ainda detinha no controle da empresa.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top