OUTROS DESTAQUES
Ações da operadora estão instáveis
quinta-feira, 16 de novembro de 2000 , 21h00 | POR REDAÇÃO

O fato mais ressaltado no comunicado, porém, é que os produtos da UUNet continuam a ser oferecidos pela Embratel no Brasil. Com isso, a operadora brasileira visa acalmar os ânimos do mercado financeiro, que temia uma queda de lucratividade da tele ao perder mercado para uma empresa diretamente subordinada à WorldCom. Como publicou TELETIME News na terça, dia 13, as ações da Embratel na Bovespa subiram 15% só naquele dia devido à circulação de rumores sobre a decisão da matriz americana. Isso depois de uma queda de 54% que começou em setembro, após a circulação de rumores de que era a UUNet, e não a Embratel, quem tinha sido escolhida para explorar o mercado brasileiro e sul americano. Após a valorização de terça, porém, as ações da Embratel no Brasil caíram 6,66% (ON) e 6,07% (PN) nesta quinta, dia 16. O Índice Bovespa teve uma queda de 0,34%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top