OUTROS DESTAQUES
Empresas mudam discurso para esconder o jogo
quinta-feira, 05 de outubro de 2000 , 21h04 | POR REDAÇÃO

Com a proximidade da entrega das propostas, mesmo empresas que já tinham manifestado que concorreriam às outorgas de SMP começam a mudar de atitude. A Embratel, agora, declara que é apenas "potencial interessada no leilão", segundo Purificación Carpinteyro. "Ganharemos com a longa distância mesmo sem estar no SMP. Estamos avaliando o que será melhor para nós", diz ela. O mesmo ocorre com empresas como Intelig e GTE. Os possíveis investidores também levantam dúvidas quanto ao prazo para a entrada da terceira geração, que poderia dar pouco tempo ao SMP para ganhar mercado. A mudança de atitude, segundo observadores do setor, faz parte do clima pré-leilão, onde ninguém pode se mostrar demasiadamente interessado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top