OUTROS DESTAQUES
Unbundling: Embratel não vai recorrer à Justiça
quinta-feira, 28 de setembro de 2000 , 19h48 | POR REDAÇÃO

Purificación Carpinteyro, vice-presidente de assuntos externos da Embratel, afirmou que a concessionária não pretende entrar na Justiça para conseguir o unbundling com as teles locais. "O próprio Guerreiro já tem manifestado publicamente a posição da agência a favor do unbundling. Enquanto soubermos que essa é a posição da Anatel, não vamos recorrer à Justiça". Carpinteyro disse também que soube que a agência já escolheu o presidente da comissão de arbitragem e espera que agora o assunto seja resolvido mais rapidamente. As negociações com Brasil Telecom e Telemar também não tiveram nenhum avanço.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top