OUTROS DESTAQUES
PAINEL TELEBRASIL
Martinhão disse que alternativas à Lei da Informática já estão identificadas
quarta-feira, 20 de setembro de 2017 , 21h14

O secretário de Política de Informática, Maximiliano Martinhão, disse, nesta quarta-feira, 20, que o governo já tem um conjunto de proposta para adaptar a política industrial às regras da Organização Mundial do Comércio (OMC). A escolha de um modelo ou outro vai depender do nível da decisão do organismo, adiantou.

Segundo Martinhão, o Brasil vai recorrer da decisão e, com isso, ganhar mais um tempo para ajustar as alternativas. Ele afirmou que ficou surpreendido como a Lei de Informática, com 25 anos, só foi contestada agora e disse que o seu legado que qualquer país gostaria de ter e será preservado. "No hemisfério sul você estar fabricando equipamentos de tecnologia, com mais de 130 mil pessoas empregadas, com mais de 20 mil pessoas trabalhando em pesquisa e desenvolvimento é mais que um legado é um ativo", destaca.

O secretário disse que há problemas na lei que precisam ser atacados. Do seu ponto de vista, alguns pontos são bastantes burocratizados, como os Processo Produtivos Básicos (PPB) e isso pode ser alterado. Martinhão fez as declarações no encerramento do Painel Telebrasil 2017, respondendo a uma série de questionamentos feitos por fabricantes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top