OUTROS DESTAQUES
Regulamento carece de detalhes
quinta-feira, 20 de maio de 1999 , 21h05 | POR REDAÇÃO

Vários comentários encaminhados à Anatel pediam o detalhamento de pontos do regulamento. Entre os pedidos estão: 1) O que é, especificamente, produto fabricado no Brasil ou de tecnologia nacional; 2) Detalhamento dos conceitos de equivalência de condições; 3) Inclusão de todos os tributos antes de se comparar os preços; 4) Detalhes de como será aplicada a multa, que é de até R$ 30 milhões. Alguns pedem que a multa seja uma porcentagem do valor do contrato. Em geral, os operadores pedem a redução da multa; e 5) Detalhes operacionais, como quem será encarregado pela fiscalização.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top