OUTROS DESTAQUES
Valor adicionado
Okto cresce 100% em 2007 e abre escritório no México
quinta-feira, 20 de março de 2008 , 16h56 | POR FERNANDO PAIVA

A Okto, integradora e desenvolvedora de aplicações e serviços de valor adicionado em telefonia celular, registrou um crescimento de 100% em sua receita em 2007, alcançando a marca de R$ 30 milhões. ?Olhando não apenas o mercado de integradores, mas também de provedores de conteúdo white label, entendemos que a Okto é hoje a maior empresa de SVA no Brasil, em termos de receita?, afirma a presidente da empresa, Ann Williams.
No ano passado, o volume de transações tarifadas da Okto aumentou 50%, tendo alcançado 300 milhões. Mensagens de texto (SMS) representaram 90% do volume de transações tarifadas. O restante foram MMS, wap push, acessos a portais móveis etc. O fluxo total de transações trafegadas pela plataforma da Okto foi de 500 milhões.
A receita cresceu mais que o volume trafegado porque as tarifas por mensagem subiram. ?Em 2007, cresceu o número de projetos com tarifas premium, de R$ 1,40, R$ 1,99 ou até R$ 4, como no caso dos leilões reversos?, explica Ann. Para 2008, a executiva projeta que a Okto irá faturar cerca de R$ 45 milhões e registrar aproximadamente 400 milhões de transações tarifadas.

México

A grande novidade da empresa este ano é a sua expansão internacional. A Okto acabou de abrir um escritório na Cidade do México e contratou para lá um gerente comercial. A meta é buscar conectividade com todas as operadoras mexicanas e conquistar dez grandes clientes no país este ano. ?A idéia surgiu porque existia uma demanda por parte de alguns clientes nossos que também atuam no México para que fôssemos para lá?, explica o gerente de marketing da Okto, Carlos Domingues. A Okto tem em sua carteira de clientes atualmente 197 companhias, dentre as quais há nomes como Unibanco, Credicard Citi, Dell, Gol, Coca-Cola, Submarino, SBT, Band e Record.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top