OUTROS DESTAQUES
Novo fôlego para a Batik
quinta-feira, 17 de junho de 1999 , 20h12 | POR REDAÇÃO

A Batik finalmente ganha novo fôlego ao deixar o grupo Partcom e passar para o controle da Lucent. A empresa faturou US$ 70 milhões em 1997, montante que caiu para US$ 44 milhões em 1998. Os resultados foram atribuídos à crise econômica que, em 1997, levou o Sistema Telebrás a cortar US$ 1 bilhão em seus investimentos – o que naturalmente se refletiu nos pedidos aos fornecedores. Em 1998, antes da privatização, a Telebrás suspendeu outra vez os contratos. Outro agravante foi que os novos acionistas das teles demoraram para retomar o processo de compras. Sem base instalada em outros países, a Batik não conseguiu aumentar a penetração de sua tecnologia no Brasil. A empresa somente passou a focar o mercado sul-americano recentemente, contando com a venda de apenas uma central de comutação para a Bolívia e três para a Argentina.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top