OUTROS DESTAQUES
Analistas não acreditam em expansão do Safra em telecomunicações
quarta-feira, 09 de junho de 1999 , 22h21 | POR REDAÇÃO

Depois que Joseph Safra aumentou o capital do Safra National (banco de Nova York também pertencente a sua família) de US$ 150 milhões para US$ 500 milhões, os analistas de mercado passaram a duvidar que o banqueiro aumente os negócios de seu grupo no setor de telecomunicações. Até então, se esperava que Safra expandisse seus negócios no setor ao lado da BellSouth, de quem já é sócio em Israel e na BCP, que opera telefonia celular em banda B na região metropolitana de São Paulo e no Nordeste. Também não se acredita que o grupo venha a comprar outro banco no Brasil. Tudo indica, segundo os analistas consultados por TELETIME News, que a direção do Safra já tenha se decidido em reforçar seu perfil de banco de atacado: fica com parte da clientela do Republic National Bank (que vendeu há poucas semanas) nos EUA e torna-se ainda mais elitizado no Brasil.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top