OUTROS DESTAQUES
Nortel aposta em tecnologia mista para mercados emergentes
terça-feira, 08 de junho de 1999 , 19h58 | POR REDAÇÃO

Nem todos, porém, demonstram apenas otimismo em relação ao futuro da telefonia IP. A própria Nortel, segundo explicou a TELETIME News o VP de marketing para soluções por pacotes da empresa, Deb Ablahat, considera que a demanda por novas linhas, sobretudo em mercados emergentes como Brasil e China, não pode esperar até que a telefonia por pacotes seja uma tecnologia consolidada. A estratégia da Nortel seria, portanto, entregar plataformas que compreendam uma realidade mista. Os produtos apresentados na Supercomm'99 fazem o meio campo entre as redes existentes e as redes IP. Há, inclusive, um padrão para estas plataformas chamado Inca (Internet Communications Architeture), aberto e baseado nos padrões existentes. Segundo a Andersen Consulting, o tempo que a telefonia IP levaria para transformar completamente a base instalada seria de, pelo menos, duas décadas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top