OUTROS DESTAQUES
Operadora quer 30% dos assinantes no pré-pago em três anos
quarta-feira, 26 de Maio de 1999 , 22h03 | POR REDAÇÃO

Na próxima segunda, 31 de maio, os pré-pagos começam a ser vendidos no Distrito Federal e em Goiás. Durante o mês de junho, o serviço se estende aos demais estados da área de concessão. Araujo diz que a empresa pretende vender 150 mil telefones até o final do ano. Os preços são pouco mais altos que os praticados no mesmo serviço pela Americel. O presidente da holding justifica os R$ 50 de diferença com a "melhor qualidade e melhor cobertura do serviço prestado". Uma das novidades da plataforma é que as tarifas não serão cobradas pelo mínimo de 30 segundos de conversação, mas a partir de intervalos de seis segundos, reduzindo o custo de ligações de menor duração. Com a possível migração (que no começo vai custar R$ 25,00 ) do pós-pago para o pré-pago e com a agressividade nas campanhas publicitárias, em três anos a empresa pretende que 30% dos seus celulares usem o novo sistema.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top