OUTROS DESTAQUES
MCI calculará vantagem antes de decidir por antecipação
quarta-feira, 30 de setembro de 1998 , 21h45 | POR REDAÇÃO

A MCI, controladora da Embratel, só decidirá se também antecipa o pagamento das parcelas pendentes pela compra da concessão da Embratel depois de recebida oficialmente a proposta do governo e calculadas as vantagens financeiras para a empresa. Segundo o presidente da MCI do Brasil, Luiz Fernando Rodrigues, caso a operadora opte pela antecipação, não precisará recorrer a financiamento para quitar as parcelas devidas; a dívida será paga com recursos próprios. A Embratel foi arrematada no leilão por R$ 2,65 bilhões, dos quais foram pagos 40% inicialmente. Provavelmente, se a MCI quiser um acordo similar ao que foi acertado com a Telefónica terá que procurar o governo. No caso dos espanhóis, partiu da operadora a iniciativa de renegociar a dívida.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top