OUTROS DESTAQUES
Operadora livra clientes de chamadas inconvenientes
quinta-feira, 24 de setembro de 1998 , 00h20 | POR REDAÇÃO

A operadora norte-americana de telecomunicações Ameritech está oferecendo um serviço para livrar seus clientes dos "telechatos", que fazem vendas por telefones e são uma dor-de-cabeça para os consumidores nos EUA. Quando uma chamada cuja identificação para o "olho mágico" (caller ID) não é clara, uma mensagem pede para que a pessoa se identifique verbalmente. Se ela o faz, o telefone toca, o assinante atende e ouve a identificação. Ele tem então três opções: aceitar a chamada, desligar ou rejeita-lá e pedir para que o sistema diga ao vendedor para tirar o número de sua lista. Nos testes, 70% dos vendedores não deixavam recados, de forma que o telefone sempre tocava para o usuário. O serviço será oferecido inicialemnte em Chicago e Detroit, ao custo de US$ 3,95 ao mês, mais os US$ 7,50 que o assinantes já paga pelo "olho mágico".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top