OUTROS DESTAQUES
Embratel também aperta os fornecedores
sexta-feira, 18 de setembro de 1998 , 20h20 | POR REDAÇÃO

Seguindo a mesma estratégia dos novos controladores da Telesp, a MCI começou sua gestão na Embratel chamando os fornecedores para renegociar valores dos contratos feitos na época em que a empresa era estatal. O trunfo dos novos administradores é a pressa que os fornecedores têm para receber seus créditos. Fontes próximas à Embratel acreditam que as grandes encomendas da ex-estatal serão decididas, a partir de agora, nos Estados Unidos. Apontam como exemplo o que aconteceu na Argentina, onde a Telefónica de España teria transferido para sua sede em Madri a liberação de qualquer verba acima de US$ 2 milhões.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top