OUTROS DESTAQUES
Estratégia financeira
quarta-feira, 12 de agosto de 1998 , 22h15 | POR REDAÇÃO

Alguns estrategistas de peso do mercado financeiro brasileiro tendem a operar nas próximas semanas a partir dos seguintes parâmetros:
1) Mesmo que o governo ainda não tenha definido, o mercado continuará apostando em queda simultânea de juros e ritmo de desvalorização cambial. O que eqüivale a dizer que haverá certa corrida para fechar negócios com renda fixa de remuneração prefixada e aumento de posições vendedoras em câmbio e juros no mercado futuro.
2) Não há pela frente a perspectiva de aumento de fluxo de recursos externos. O que significa baixa possibilidade de uma reversão significativa no mercado de ações. Os preços, contudo, estão interessantes. A tendência é manter posições, sem aumento de exposição em renda variável.
3) As commodities continuarão pressionadas negativamente pela crise asiática. A fraca demanda da parte dos países asiáticos resulta em depressão de preços de petróleo, minérios de ferro e cobre, aço, papel e papelão. Vale dizer: redução de vendas do Brasil e de seus parceiros na América Latina para os mercados externos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top